terça-feira, 28 de abril de 2009

Sertanejo

É outra coisa que eu tenho medo.
As letrinhas bonitinhas e os solinhos bem feitinhos, redondinhos, são perfeitos para tornar o ouvinte dependente auditivo. Por isso mantenho distância.
Essa é uma das soluções da indústria fonográfica ganhar dinheiro. Em cima desses dependentes.
Pelo amor de deus, qualquer um se vicia nisso se dedicar seu tempo ao estilo. Isso é de plástico.
Sou mais ser dependente químico que auditivo.
Morte ao sertanejo de hoje em dia.

11 comentários:

ivan delgado disse...

Sertanejo raiz é doido.

Anônimo disse...

Eu adoroooooo. hunf!

Acho muito bom, e eles animam. Sertanejo universitário é demais. Você deveria ouvir vitor e léo, Zezé de camargo e luciano e muitos outros!

Jessica disse...

é a opinião de cada um!
eu já não sou mto fã de mpb.. cada um cada um.
ouço uma ou outra, alguns clássicos, mas não faz falta pra mim.
já o sertanejo, é outra história... é parte da minha vida!

wendell penedo disse...

Não restou muito de sertão nesse sertanejo contemporâneo. Eu adoro moda de viola, coisa de quem foi criado no interior, agora essa musiquinha romântica, de carinha bem penteadinho, em nada tem a ver com a musica caipira, o sertanejo raiz que o ivan comentou. Ficou é esse ranço podre de indústria pop, que é feito pra micareteiro feito a Jéssica. A última frase salvou o texto. É coisa de "hoje em dia".
Abraço Urso!

Giovana Oliveira disse...

Sertanejo Universi(otário) tá em alta e não à toa: todo mundo procura por isso e criou-se uma falsa magia em torno desse estilo coberto de gel, calça justa e letras grudentas. Sério, esse "novo sertanejo" assim como o funk atual, pra mim são, os piores lixos de hoje em dia.

Anônimo disse...

hauhuhahua. Vcs nao sabem o que falam.

André disse...

Sertanojo...
Hoje, esse som enlatado tem uma sonoridade agradável, pra quem não conhece uma boa música é um prato cheio.. é fácil.. é cômodo.
Pra que prestar atenção e curtir algo novo, bom e diferente se aquela merda por si só agrada... Pra que ser maravilhoso, c está bom.
O comodismo é cada vez mais evidente e crescente.
Qual a intensão do Sertanojo?
Anônimo = Deus? Me ensina a viver.
Bela opinião.

Anônimo disse...

Eua cho o seguinte, temos q respeitar a opinião a gosto alheio, como o Ivan disse existe sertanejo raiz mt bom, e quem gosta sabe onde encontrar esse tipo de música, e não mada de errado em existir o sertanejo universitário, qual o problema de querer atingir um público mais novo??? É isso ae, tem q procurar agradar a tds sim!! Ate msm os micareteiros como disse o Wendel!! O mercado tem q se adequar ao q é pedido, e nd mais certo do faxer isso!! Cada um com seu gosto de sua opinião!!

Daniel Simonian disse...

Cada um com seu gosto, só que quem é responsável pela criação dele é a mídia. Até que ponto a mídia influencia o povo? Ou é ela que se adequa a ele.
Se ela influencia e ela se adequa a essa influencia, ela manda! Certo?

Cada um gosta do que quer, sim claro! Temos aí a nossa tão desejada liberdade de expressão.
As consequências são direitos humanos pra quem não é humano e etc...

Outra coisa, a arte é uma forma de expressar sentimentos através de vários tipos de expressão, tais como, música, teatro, dança e etc... A partir do momento que o negócio vira business a arte é deixada de lado e entra o plástico.
Sertanejo atual é de plástico, a Sandy é de plástico, BBB é de plástico. Eu tenho medo do plástico, o plástico vicia.

E anônimo, se for dar a opnião, mostra quem você! Anonimo? Isso é medo? hehe
Valeu!

André disse...

Grande anônimo.. pelo menos agora tem uma opinião.. mesmo ela sendo uma merda na MINHA opinião..
Isso é liberdade de expressão.

Lua disse...

Curti seu blog, vc tem umas idéias bacanas...
E eu não gosto de sertanejo tb.. .Mas prefiro sertanejo a pagode.