sábado, 19 de julho de 2008

Para quem tem medo da certeza

Planos mirabolantes para uma vida sem futuro. É o que acontece às vezes.
A certeza é nebulosa demais para agir de acordo, acho que seja um pouco de covardia, medo da dela, essa dúvida nos consome a um ponto de se descabelar.
Com tantas escolhas na vida e decisões tomadas, a gente passa despercebido por algumas de pouca importância pessoal mas de grande valor para pessoas a volta, onde nem sequer notamos e assusta quando você descobre essa tal importância alheia. Como isso é foda, você ouvir a pessoa falando e pensar: - Nem eu lembro direito disso como, sabes tão bem?
Talvez seja para não percebermos mesmo, é bom que essa responsabilidade de dar importância na vida do próximo sem que percebamos assuste mesmo, porque assim fazemos com naturalidade e sem nenhum medo ou algum tipo de coisa que bloqueie essa loucura toda.
A atitude vem como uma luva pra resolver esse problema de medo da certeza, são duas coisas que se completam. Medo X Atitude. Só descobrirás se fizer uma escolha, certa ou errada, seja lá qual for. A sorte meio que entra como um adicional na futura consequência da decisão.
O mais importante é que no final saberemos definitivamente a resposta. O medo (motivo da covardia anterior) é estar com a resposta e do lado errado.
Espero que o acaso seja amigo do meu coração.

2 comentários:

MORENA disse...

Medo e covardia são distintos. Medo todos sentem, Covardia é não querer assumir os riscos, que como tudo na vida, o ser corre. São escolhas!

Anônimo disse...

Os seus textos são muito bons. Este último um pouco confuso, talvez me pareça até que seja uma confusão pessoal. Para um escritor como nós, as palavras são reflexo da nossa alma.
Parabéns