sexta-feira, 3 de abril de 2009

BBB, Orkut, Twitter e a Hipocrisia

Todas essas coisas citadas no título, exceto a "hipocrisia" (dela vou falar depois), todas elas tem um objetivo em comum. Exposição.
Tudo bem que cada um tem um jeito diferente de fazê-la, enfim...
Tenho medo de BBB. Todo ser humano é muito curioso. Basta olhar para cima no meio da rua que verás meia dúzia de gente acompanhando sua atitude. Esse medo é de viciar, e querer saber mais sobre. Confesso que se eu ver dois ou mais capítulos dessa droga, já sou dependente. Com o tempo você vai criando um sistema de defesa com relação ao que consome, cada vez mais procuro direcionar minha atenção às coisas mais produtivas e que, de alguma maneira, me acrescentem algo. Por esse exato motivo que não gosto de BBB. Alias, teve um dia que vi, sem querer (juro!), estava na casa da minha avó, que, diga-se de passagem, não perde um! Enfim... estava eu lá vendo, confesso que foi meio por curiosidade também, eles estavam numa festa. Legal! Festa, bebidas, mulheres gostosas semi-nuas, e toda aquela decoração como só a Globo sabe fazer. Mas acontece que essa festa estava no final, eu acho, e no sofá estavam duas participantes na nóia, conversando, final de balada, deviam estar bêbadas (acho que nem tanto, se não estaria pelo menos engraçado) e aquilo passando e eu olhando as pessoas em volta de mim vendo aquilo no sofá, e a tv alta porque a vovó é surda, e a vovó vendo colada na tv porque é cega também, e eles estavam na nóia também. Cara, não consegui entender aquilo até hoje. Ficar dando atenção para duas pessoas na nóia. Curtir a nóia do outro. Pela tv. Ah, isso não é pra mim. Sou mais ler um livro.
Bom...
Orkut e twitter. Assim como disse, são dois artifícios de comunicação e exposição. Na verdade, todo essa simulação é um prato cheio aos tímidos e carentes no mundo. Genial falar com uma pessoa sem vê-la. Quantas coisas que não teria coragem de falar na cara e fala pelo msn, ou por depoimento, ou mesmo pelo twitter.
Legal, orkut tenho há um tempo já. Confesso que usava bastante para baixar música nas comunidades, saber sobre shows de bandas e fuçar mesmo. Conhecer pessoas do mesmo estilo que você. Que gosta da mesma coisa que você. É outro papo. Ainda mais eu que tenho um estilo peculiar.
O twitter fiz há pouco, achei legal no começo, mas vejo que ele serve mais para as pessoas exporem o que elas gostariam que outras pessoas pensassem de si, não que seja mentira. Mas uma verdade moldada. Meros recados que fazem o simulacro todo. Ainda continuo com ele.
Enfim a hipocrisia.
Refiro-me a ela quando vejo muita gente falando mal de um desses três modos de exposição e é usuário de outro deles.
Por exemplo, eu!
Falo mal do BBB mas uso orkut. O mesmo tempo que eu perco vendo as pessoas se mostrarem na tv, eu perco por aqui também, além de ver no twitter também. Pelo menos sou um hipócrita consciente.
Outro exemplo, que eu acho mais grave, é falar mal do orkut e usar o twitter. Cara, isso é no mínimo ridículo. Hoje em dia existe um estilo de vida que é anti-orkut. Uma nova moda de falsos intelectuais que dizem odiar o orkut. Quando por trás não conseguem viver sem. Criam fakes e twitter que, cá pra nós, esse twitter é muito mais ridículo, no que se diz respeito a exposição, que o orkut.
Enfim, todo esse mundo, essas informações rápidas e essa confusão de desgostar de uma coisa e gostar de outra, sendo a mesma merda, só que camuflada, faz parte da evolução e da tecnologia que, de certa forma, molda as atitudes, e as confundem bastante.
Já é difícil conhecer uma pessoa tendo contato, digamos, concreto, imagina então do outro lado da tela de um computador, que é onde está o gerador desse perfil. Podemos ser o que quisermos por aqui.
Os tempos mudam, as pessoas mudam. O que muda quem? Quem muda o que? O tempo e nós, estamos agarrados, e juntos rolando ladeira a baixo e se transformando de acordo com os acontecimentos de ambos os lados.
É isso!

17 comentários:

ivan delgado disse...

é muito diferente você usar o twitter para se relacionar via chat quando não pode usar o msn, a usar o orkut. Se queremos falar de pseudo intelectuais tem uma porçao la fora. Discordo completamente, pois é sem sentido isso. Você generaliza tudo, enquanto muitas pessoas que criticam o orkut (inclusive eu) não generaliza, e sim tem focos para esse tipo de pesquisa. Acho que expor argumentos com achismo para criar mais achismo não é o mais indicado

Juliane Luíza Fernandes disse...

Na boa, Orkut e Twitter são meios de comunicação e exposição. Você falar mal do Orkut e usar o Twitter não te torna menos imbecil. Eu duvido que quem teve Orkut um dia, não tenha criado um fake pra bisbilhotar a vida dos outros.

Orkut bem dosado é divertido!

Dani, tem que ser muito maluco pra cair nessa modinha de "mamãe odeio o Orkut", fazer um fake e ficar o dia todo no Twitter. Orkut não pode, Twitter pode. É sinal de insanidade mental, auhauhauah.

Beijo, amore!

wendell penedo disse...

Condordar com isso é o mesmo que dizer que cartola, zeca pagodinho e sorriso maroto são tudo a mesma coisa. Isso de jogar tudo no mesmo saco nem sempre funciona.

Mara Vanessa disse...

Adoro essa palavra: simulacro. :)

Como estão as coisas por aí, Daniel?
Meu, essa ideia de unir seus cds pessoais pra download é dez! Já disse, mas não custa repetir. (:

Esse da Céu eu tou pensando em baixar. Falta coragem.

Jéssica disse...

Quando se fala de site de relacionamento, pra mim é tudo a mesma coisa. Tenho orkut mas não tenho a minima vontade de ter o twitter, questão de gosto. Mas é tudo igual.
Tudo tem aquele mesmo objetivo.

Daniel Simonian disse...

É Wendell, mas a co-relação dessas pessoas que você citou, é que todas são sambistas.
No momento que você odeia samba, odiará todas elas. O que não é o seu caso.
E outra, se o uther tivesse aqui ele estaria do meu lado, então me lambam, você e o Ivan! ;)

André disse...

Twitter? Agora fiquei curioso.
Orkut. Mais fácil usar o da namorada, para não dar motivo de confusão e de vez enquando mandar um recado para alguém, amigos em comum.
BBB.. Até quem acha ruim dá um espiadinha.. uahauhauhauhahahaauha q ridículo!
Um dia um amigo meu, glorioso Renanzinho, chegou da balada e começou a ver BBB no 24h. Estavam todos os participantes comendo, quando um deles disse.
"Será que tem algum idiota vendo agente comer a essa hora".
Boato?
Que seja, foi bom.

ivan delgado disse...

É o que eu disse da generalização Simoninha. Então quer dizer que todo político é ladrão e todos os franceses não tomam banho?
Generalização não funciona pra nda. Nem pra isso. Só para vendas mesmo.

Ciça disse...

Não vou nem entrar no mérito das generalizações, que sem dúvida dá pano para manga. O que mais me assusta nessa história toda é a velocidade das informações e o proporcional esquecimento que elas geram. Esquecer se torna quase uma condição.
"O tempo e nós, estamos agarrados, e juntos rolando ladeira a baixo e se transformando de acordo com os acontecimentos de ambos os lados". Isso é fantástico! Poesia pura!

Beijos.

Daniel Simonian disse...

Ivan, se arrependimento matasse, você e o Wendell estariam mortos por criarem esse perfil de "odeio orkut". Mas já que não mata, vocês criaram um twitter.

ivan delgado disse...

É daniel, estou indo me matar. Vou ouvir dijavã para ver se acelero esse processo.

wendell penedo disse...

haha, que discussão besta. Djavan hAUHaUHAUHaUH

Anônimo disse...

pena

GAROTAS MIMIMIMÓMÓMÓ disse...

"Pelo menos sou um hipócrita consciente".

Baah, cara... concordei com tudo o que tu escreveu. É como se eu tivesse falando, pois é bem tudo como eu penso, mas nunca coloquei no meu blog ou mesmo no papel.

Massa pra caralho tua ideia, man!

Mimi Kiddo.

Anônimo disse...

e e e e e e e..

ivan delgado disse...

Um hipócrita consciente? Isso vale tanto quanto nada. É só pensar nas terminologias da palavra.

Paloma. disse...

achei muito bem exposto, pelo menos. e a forma que tu escreve não dá preguiça de ler, naqueles momentos em que tu vê um texto grande e quer mais é sair dali.