sábado, 8 de novembro de 2008

Instinto da modernidade

O que um cachorro faz quando invadem seu espaço?
É muito comum, hoje em dia, as mulheres reclamarem que o mundo é machista.
Cara, se você reparar na história da evolução humana não tem nada de errado no homem em reclamar quando sente essa avalanche de mulheres no meio do trabalho fora de casa.
Fora de casa? É, fora de casa mesmo!
Desde os primatas que a mulher cuida das crias (dento de casa) e o homem sai pra caça por ter um físico adequado para tal, as mulheres não tem as mamas para o leite? É tudo feito certinho, com um propósito, uma finalidade em qualquer contexto.

Olhando mais para o comportamento social do homem está a formação de opinião à respeito de outros homens, eles mesmos são responsáveis pela sua imagem e conduta, dizem ser os melhores na cama, os mais durões e mais ricos quando, quase que sempre, esses assuntos fazem parte da roda de amigos, meio que um jeito de se mostrar intimidação, como se fosse uma concorrência, os homens competem o tempo todo sem saber. Coincidência instintiva? Eles falam, mas não são metade do que dizem ser!
E se os papéis invertessem? Homem na cozinha igualmente proporcional às mulheres no trabalho. Acho que ele mesmo se bloqueia. O que seria um homem na cozinha para os amigos? Gay? Amigos poderosos esses que conseguem construir uma cultura e ideal de masculinidade que vem se modificando à séculos, e essa mudança chegou num ponto de um homem ter escrito esse texto.
O que seria dos homens sem esses amigos? Uma dona de casa?
As mulheres se fazem de vítima quando o homem reclama da inserção dela, talvez se entendessem todo esse contexto não reclamaria. É natural o homem reclamar.
Uma das consequências disso tudo é a mudança do ideal de família feliz, a mulher está nas ruas agora, conhecendo mais gente que antes (enfurnada em casa), os tempos de convivência são mais curtos, as curtições de um casal onde ambos trabalham é cada vez menor.
Cabe à nós nos adaptarmos da melhor maneira, entendendo sempre que faz parte da evolução do ser humano a mudança tanto biológica, psicológica social. Nos esmaga quando ela acontece em assuntos mais delicados como uma separação.
O caminho muda à cada esquina e se as idéias se adequarem à essas novas experiências, tiraremos de letra qualquer mudança que venha acontecer, o problema é se demoramos demais pra sacar as coisas, pode-se haver qualquer tipo de consequência. Espero que saibamos sacar logo porque às vezes pensar demais é uma puta perda de tempo.

2 comentários:

adriano disse...

Determinista, hã ?
A era da mulher está chegando

Mara Vanessa disse...

Pobre do Cartola nos dias de hoje... :) Em vez de: 'As rosas não falam' seria: 'Sai uma puta e uma rosa, por favor.'


Tu é quase um antropólogo. Hahaha!